Combate à fome só pode ser feito com a reversão do desperdício

Postado em 23/10/2013 |


Agência da Organização das Nações Unidas disse que mundo precisa de “pensamento inovador” para evitar perda anual de 1,3 bilhão de toneladas de comida por ano; especialistas estão reunidos no Fórum Green Global Growth, em Copenhague.

A Organização para Agricultura e Alimentação, FAO, afirmou que o combate à fome só pode ser feito com a reversão do desperdício de comida no mundo.
Todos os anos, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são jogadas no lixo. Um prejuízo de US$ 750 bilhões, equivalentes a mais de R$ 1,6 trilhão.

O alerta foi feito nesta segunda-feira durante a realização do Fórum Green Global Growth, em Copenhague, capital da Dinamarca.

Para o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva, o mundo tem que começar a mensurar e a cortar a perda de comida na cadeia alimentícia. Segundo Graziano da Silva, se os países conseguirem reduzir as perdas ou até mesmo zerar o desperdício, mais 2 bilhões de pessoas poderão ser alimentadas.

Os participantes do Fórum, realizado nesta segunda e terça-feiras, estão discutindo planos para um padrão global que possa medir a perda de alimentos.
Prioridades

O chefe da FAO informou que uma das prioridades da agência é abrir suas portas para potenciais aliados.
A maioria do desperdício de alimentos ocorre em fases como a da pós-produção, da colheita, do transporte e estoques. A causa principal, em países em desenvolvimento, é a falta de infraestrutura.
Já em nações desenvolvidas, as perdas ocorrem nas etapas de marketing e de consumo da comida.

Graziano da Silva lembrou que a iniciativa para zerar o desperdício de alimentos é um dos pontos do Desafio Fome Zero, lançado pelo Secretário-Geral da o­nU, Ban Ki-moon, durante a conferência Rio + 20, no Rio de Janeiro.
Para a FAO, é preciso adotar um “pensamento inovador” para evitar que a comida seja jogada fora por lares e pelo mercado.

Na Europa e na América do Norte, o desperdício de comida é de cerca de 100 quilos per capita. Já na África, este número baixa para menos de 10 quilos por ano, por pessoa.

fonte: Rádio ONU

Navegue no portal

O Portal da Asbran está sempre com novidades para melhor atender você. Aqui você vai encontrar muita informação, acessar publicações, resgatar a memória e conferir o calendário de eventos.

TÍTULO DE ESPECIALISTA

em nutrição

CONBRAN

congresso de nutrição

CANAL ASBRAN

vídeos

MEMÓRIA ASBRAN

nossa história

REDE ASBRAN

associe-se

REVISTA DA ASBRAN

eletrônica

AGENDA DA NUTRIÇÃO

eventos programados

PRONUTRI

nutrição clínica